Posts made in dezembro, 2014


Gente!!!

Começando para valer a escrever por aqui.

Pausa….

É incrível como a energia se movimenta quando nos colocamos em ação.

Foi só eu assumir esse canal de comunicação e, especialmente, me assumir como uma pessoa gordinha – ou melhor, GORDA – que o assunto veio feito cascata. É uma pessoa que me conta algo aqui, outra que tem alguém que vai fazer um curso ali, etc.

Hoje, me deparei com uma matéria num site, escrita por uma GORDA assumida e autêntica, cheia de vaidade e com uma auto-estima de dar inveja.

Confesso que não chego nem longe ao nível de aceitação e desprendimento da @KekaDemétrio, mas foi bem bacana ficar olhando sua página no Facebook e seu BLOG.

Mas… Vamos ao assunto que me deixou irritada hoje.

Não é que marcas internacionais simplesmente estão fazendo com que as modelos plus size usem enchimentos, bumbum, peito, barriga, etc, para deixá-las mais curvilíneas ou para parecerem maiores do que são?

É isso mesmo! E a Keka Demétrio baixou o verbo em sem blog sobre o assunto.

Segundo ela, algumas grifes estão escolhendo modelos tamanho 12,que aqui no Brasil correspondem aos manequins 44/46, e se as peças a serem fotografadas forem maiores, as modelos sacam seus kits e preenchem seus bumbuns, seios, coxas ou barrigas com espumas. Sim, espumas que aumentam as curvas e, consequentemente, as roupas. A desculpa para tal absurdo é que as mulheres possuem corpos diferentes e que as espumas facilitam a vida. Esses preenchimentos funcionam como os prendedores de roupa que são escondidos nos editoriais feitos com modelos magras, usados para não mostrar o pano que sobra das peças. *Veja a matéria completa.

materia

 

Mas se a ideia é vender para tamanhos maiores por que não fotografar com os mesmos?

Ao que parece as marcas têm um certo receio de vincular sua imagem à obesidade e é notório que as modelos “Plus Size” de algumas marcas estão cada vez menores. Exemplo disso foi a modelo “plus size” contratada para a campanha de roupa interior, da Calvin Klein. Na verdade Myla Dalbesio, que usa manequim 40, venceu uma dependência por remédios para emagrecer e foi incluída na campanha, segundo ela mesma e a marca, sem nenhuma distinção das demais modelos.

Mas não foi bem assim que o público entendeu e isso rendeu uma série de reações na Redes Sociais e acabou por fazer surgir uma outra nomenclatura para a modelo – que não se enquadra na magreza padrão das passarelas, mas que também não pode ser chamada de plus size -, esse biotipo agora será enquadrado nas  “in betweenies“.  *Veja a matéria completa.

calvin klein

 

Mas por aqui a coisa parece que está bem mais positiva para as plus size. Marcas e lojas especializadas estão fazendo questão de anunciarem seu perfil de público e produto e as modelos estão cada dia mais em evidência.

A precursora desse movimento em Maceió foi a Loja Maneka, que capitaneada por duas irmãs, gordinhas, vende produtos para este público há vinte anos e tem uma filial em Salvador/BA há 10 anos. Recentemente Maneka virou marca e e-commerce.

maneka

Inúmeras outras lojas vendem tamanhos maiores, mas ainda é bem tímido o número daquelas que destacam isso em suas vitrines e editoriais.

Em 2013 Maceió ganhou a primeira unidade da Stampas Plus Size, que vende modelos do 44 ao 54. A empresária Cristina Arraes abriu a primeira unidade em Maceió no JTR, na Jatiúca e em outubro deste ano inaugurou a segunda loja, mais ampla, na galeria Passeio Stella Maris.

O diferencial da Stampas Plus Size está na diversidade de modelos e tamanhos pensados especialmente nesse nicho de mercado.  “Aqui uma pessoa que veste tamanho 52 não tem que ficar se deparando com peças 42/44 e pensar: “não foi feita para mim”, pensamos e fazemos tudo para o nosso público”. Afirma a empresária Cristina.

Na última terça-feira a loja viveu uma noite de festa. :)

Ooops! Foi o lançamento deste BLOG!!!!

Pois é.

Essa história começou assim:

Quando a loja do JTR fez 1 ano, fui convidada para a festa, como imprensa. Ao chegar fui recebida de forma especial por Cristina que logo me disse que gostava de mim e que eu tinha muita luz. #FiqueiVermelha

Passaram alguns bons dias até que, no sábado 08 de novembro, resolvi atender a um conselho de minha prima Edjane Mello. “Laninha para de ficar se martirizando indo nessas lojas que não têm tamanhos grandes e ficar triste. Vai numa loja plus size e você vai ver que vai ficar muito mais feliz”.

E não é que deu certo?!

Em menos de meia hora achei dois vestidos e saí de lá feliz da vida!!!

vestido stampas plus size 1 vestido stampas plus size 2

Fiquei tão contente que logo tive uma ideia! Stampas Plus Size e Acessórios Edjane Mello dão uma boa parceria.

No que juntei as duas, veio a ideia da festa. Aliás, isso é algo que faz parte de mim.;) #FESTA!

#EuSaioDosEventosMasOsEventosNãoSaemDeMim rsrsrsrsrsrrss

Como ideia boa vai ficando cada vez melhor, chegou Isabelle Accioly e idealizou o desfile com as finalistas do Concurso Top Model Stampas Plus Size.

O que nos faz voltar ao tema deste post.

Éééééééé’, nós temos até concurso de modelos Plus Size. #AsGordinhasEstãoComTudoEmMaceió.

Por falar em desfile vamos às fotos!

stampas-plus-size-banner-95 stampas-plus-size-banner-98 stampas-plus-size-banner-102 stampas-plus-size-banner-115 stampas-plus-size-banner-125 stampas-plus-size-banner-127

 

Ahh! E o melhor de um desfile plus size é que… As modelos podem comer!!! 😀

stampas-plus-size-banner-194 stampas-plus-size-banner-195

E como estava eu?

stampas-plus-size-banner-203

 

Não posso terminar sem agradecer aos queridos amigos que se fizeram presentes ao evento e que me ajudam todos os dias.

Flávia Muniz da MILOCA Sabor Em Pedaços, que fez os doces e salgados da festa.

Flávia Muniz da MILOCA Sabor Em Pedaços, que fez os doces e salgados da festa.

stampas-plus-size-banner-186

stampas-plus-size-banner-226

Luciana Guedes, Renata Pires e Olívia Taveiros

 

Danúbia Barbosa

Danúbia Barbosa

Marcelo Freire do Maceió 40 Graus.

Marcelo Freire do Maceió 40 Graus.

 

Família SMAG. James, Josi e Tom.

Família SMAG. James, Josy e Tom.

Gigi Accioly

Gigi Accioly

Fotógrafo Hugo Taques

Fotógrafo Hugo Taques

 

Dani Uchôa

Dani Uchôa

stampas-plus-size-banner-249

Marcio Anastácio. #MorroDeMedoDeSairNaColunaDele

 

A toda equipe da Essenz Comunicação e Espalhaí. Meus meninos e meninas que amo e que são grande parte da razão de 2014 ter sido um dos anos mais felizes da minha vida. #MuitoObrigada

A toda equipe da Essenz Comunicação e Espalhaí. Meus meninos e meninas que amo e que são grande parte da razão de 2014 ter sido um dos anos mais felizes da minha vida. #MuitoObrigada

Leia Mais
Renata Pires em sua palestra no “Café Com Moda”, para a Toli, nos apresentou uma série de conhecimentos sobre Colorimetria
.
Vou tentar resumir em alguns tópicos, pois o assunto rende muito mais que um post. Em breve voltaremos a este assunto.
Antes de tudo a cor do verão: LARANJA!
Tudo bem que essa não é uma grande novidade, as vitrines já estão cobertas pelo tom. Mas a boa notícia é que a “cor do bom humor” tem lugar garantido na próxima estação. Ou seja, pode investir que vai valer a pena. E para deixar tudo ainda mais alto astral, as outras cores aparecem em estampas das mais variadas e nas Candy Colors.
Para garantir conforto e mobilidade entram em cena as pantalonas, saias longas, os macacões e macaquinhos. Todos combinados com tênis e sapatilhas. #XôPésCansados
pantalona com sapatilha
Falando em estampas logo surgem as dúvidas!
Como combinar?
Segundo Renata, a primeira dica é fazer a mágica da multiplicação de looks, alternando as peças dos famosos “conjuntinhos”. “Se você usar a calça ou bermuda do conjunto com alguma peça diferente e depois a parte de cima com outra, vai conseguir variar o look e ainda descansar o visual do conjunto inteiro, que normalmente marca bastante”. Explicou a consultora.
camisa estampa short laranja camisa laranja short estampa
Para quem não quer se arriscar, as regras gerais para compor looks misturando estampas são:
1- Combinar com uma peça lisa de uma cor presente na estampa.*Fotos acima.
2- Estampas diferentes mas que têm cores da mesma cartela. *Foto abaixo.
estampas diferente e ponto de luz com cor da cartela
Outra dúvida é quanto ao tamanho das estampas. Afinal, engorda ou não engorda?
Na verdade vai muito além disso. 😉
As estampas são divididas em pequenas, médias e grandes e devem combinar com as informações passadas pelo conjunto do desenho do nosso rosto, traços de olhos e nariz e cor e textura dos cabelos.
É preciso prestar bem atenção à peça que vai estar próximo ao rosto e Renata frisa: “O Nosso rosto já é uma estampa”. #Ficaadica 😉
Mas isso também não quer dizer que a ditadura das estampas vai te impedir de usar àquela blusa que você amaaaaaaaaaaa.
Tem truques 😉
Você pode enganar o olhar mudando o jeito dos cabelos, usando ou tirando óculos, ou ainda usando a boa e velha amiga, a maquiagem.
E gordinha pode? É claro que simmmmmmmm.
plus size com estampas
Mas… O grande oráculo a ser consultado antes de qualquer investimento e mudança no visual é o Círculo Cromático.
Não, isso não é terapia alternativa, mas até que ajuda um bocado. E não deixa de ter uma relação com a cromoterapia. Afinal, o efeito das cores também são revelados através da colorimetria, que falamos no post anterior.
Agora vou descrever melhor a ferramenta, para utilizarmos a técnica na prática.
No Círculo Cromático as cores opostas se combinam. Ou seja, para saber com que outra cor uma calça amarela combina, basta traçar uma reta oposta e encontrar a cor do outro lado do círculo. *Como na figura abaixo, o amarelo encontrou o lilás.
cores_circulo_cromatico_analogas_complementares-1
Mas é possível fazer outras combinações, utilizando diversas formas geométricas, que resultarão em combinações desde as mais clássicas até as mais ousadas. Mas sempre com harmonia.
A Colorimetria já é conhecida nos salões de cabeleireiros e muito utilizada para a escolha da cor e do tom das tinturas para as madeixas. Mas ela pode, e deve, ser utilizada para orientar a escolha de todos os itens do visual, desde a roupa, acessórios e até da maquiagem. *Vamos falar um pouco mais sobre isso em breve.
colorimetria nos cabelos
Se bem utilizada a colorimetria ajuda a iluminar a pele e disfarçar olheiras e manchas.
São 12 opções de cartelas inspiradas nas estações do ano. Para cada estação tem três opções de cartela para atender aos diversos tipos de pele. “Cada raça tem uma cor e vários tons. No Brasil, com a mistura entre as raças temos ainda mais variáveis. É preciso uma boa oferta de cores para atender aos diferentes perfis resultantes da nossa miscigenação”, explicou a consultora.
Ficou muuuuuuuuuuito curiosa para saber qual a sua cartela de cores?
O ideal é marcar uma consultoria com uma especialista. Nossa dica, claro, é a Renata Pires!
Mas se você é curiosa e gosta de experimentar, tem muita coisa sobre o assunto aqui mesmo na “rede”.
Para descobrir a sua cartela de cores você precisa de um ambiente com a iluminação mais próxima da luz do dia, clara, para que as cores possam refletir sem muita interferência. Daí é ir testando, cores quentes e frias, para ver com quais delas você se sente melhor.
Essa parte até que é fácil, a gente percebe logo como nossa expressão fica melhor ou pior, de acordo com as cores. Identificando se sua pele é fria ou quente é ir experimentando as cartelas para encontrar a que melhor representa o seu degradê de cores.
Já a questão das estampas me parece mais complicada. Depende dos traços, do cabelo, e não é tão imediato quanto o efeito das cores. É mais uma questão de informação ou poluição visual. Como diria Renata, “Quem chega primeiro, você ou a roupa que está usando?”.
Foi isso galera. Espero que tenha contribuído para o aprendizado desse exercício diário de nos deixarmos melhores por fora e especialmente por dentro. Porque beleza aparece por fora, mas sem dúvida é algo que começa lá dentro.

Bjks!

Leia Mais

Que a Mammoth é reduto de mentes pensantes da city, todo mundo sabe. Mas a festinha da última sexta (28) me trouxe uma agradabilíssima surpresa. É que me deparei com as sócias da @marquesatees, que lançava a coleção assinada pela querida @daniuchoaoficial, e de repente, fiz uma pergunta sobre cursos de moda em Recife. Foi o suficiente para que um link fortíssimo de formasse entre mim e a Maria Ribeiro, designer de acessórios e formada em Moda.

Fomos conversando sobre estudar moda e acabamos encontramos outros muitos links, como a amizade com @lisnunes, e o IMG_1289interesse no lado social que a moda pode e deve ter. Acabamos falando de autoestima, câncer, vaidade e conteúdo.

Em quase duas horas de papo estreitamos laços e prometemos nos ver em breve. Maria prometeu me convidar para um encontro de mulheres empreendedoras que acontece uma vez por mês em Recife. E me deixou curiosa por conhecer algumas pessoas que trabalham com a produção de conteúdo de moda.
É que expliquei para Maria que estou num momento de renovação de desafios, começando a explorar mais de perto esse universo da moda e que eu gostaria de estudar um pouco sobre o assunto.

Mas nosso papo revelou muito mais. Descobri que auto-estima é um assunto delicado para quase todo mundo e que cada um tem sempre uma história para contar com esse tema. A própria Maria me revelou que hoje trabalha com a criação e produção de acessórios – aliás, Linnnnnnnndos – mas que já houve momentos em que não se entendia com o próprio cabelo. Neste momento Maria usava um adereço no alto da cabeça que sustentava o cabelo encaracolado. Mas não foi sempre assim, ela alisou o cabelo durante um bom tempo.

E foi por esse caminho que ela resolveu seguir, despertando a autoestima de outras mulheres. “É preciso que as pessoas sejam felizes do jeito que são. O cabelo é liso, seja feliz com ele assim. É encaracolado ou crespo, arruma um jeito de deixar ele lindo”. Maria se dedica a fazer acessórios e também realiza oficinas onde ensina dicas de como fazer o próprio penteado, de acordo com cada tipo de cabelo e estilo.

Conversar com ela me deixou mais feliz e mais segura de que posso prestar um serviço relevante para muitas pessoas, que podem sofrer as mesmas limitações e/ou dificuldades que eu.

Mas vamos falar da festa?!

 

IMG_1230

A linda Maria Paula WC Maia lançou sua coleção She’s Country especial para Mammoth.
Maria é apaixonada pelo universo da equitação e não encontrava camisetas com o tema. Empreendedora, resolveu criar a própria marca e agora é sucesso no segmento e vende on line para o Brasil inteiro, pelo perfil no Instagram   #SeguuuuraPeãooooooooo
IMG_1224
IMG_1216
A Marques Tees, marca pernambucana, apresentou uma coleção assinada por Dani Uchôa, inspirada na Califórnia. A coleção apresenta três estampas que aparecem em camisetas, regatas e vestidos longos.
IMG_1236
IMG_1240 IMG_1243
Algumas convidadas estavam vestindo modelos da coleção Califórnia Marquesa Tees By Dani Uchôa.
MARQUES 2
MARQUESA 1
Faltou uma foto minha, né?
É que só peguei minha camiseta na festa. 😉
Mas logo fiz questão de inaugurar! 😀
eu de marquesa tees
Oops! Perdi a foto original e tive que recortar essa de um post do Instagram….
Mas vale como registro. 😉
Em meio a festa não pude deixar de notar duas coisas:
O Look que mais chamou atenção – Ana Waleska Bulhões.
IMG_1238 IMG_1252
E o trio de belas usando Schutz
IMG_1264
Foi isso meu povo!
Aos poucos vamos pegando o jeito de ir contando essas histórias por aqui.
Bjksssssss
Leia Mais
Vamos tomar um suco?

Vamos tomar um suco?


Posted By on dez 14, 2014

Nessa nova jornada rumo ao bem estar vou apostar pesado nos sucos e uma dica maravilhosa da nutricionista e minha “guru”, Moema Ferro, é o suco de Melancia + Gengibre + Hortelã.

Além de refrescante é anti-inflamatório, modula a inflamação no organismo.

Esse da foto foi destaque na Revista Maré do Jornal Gazeta de Alagoas.

suco anti inflamatorio moema ferro

Leia Mais

NAO DAR SETA NO TRANSITO

Essa é auto explicativa, né?

E infelizmente uma realidade com a qual temos que conviver diariamente no trânsito.

Não encontrei números de Alagoas, mas no Distrito Federal, em 2013 o número de multas pela falta de uso da seta triplicou em comparação a 2012. O Detran multou 7.246 motoristas pela infração, contra 2.418 autuações no ano anterior.

Segundo o Código Brasileiro de Trânsito, não dar seta é infração grave, com multa de R$ 127,69 e perda de cinco pontos na carteira.

#FicaADica #VamosUsarSETA

*Informações do G1 DF

Leia Mais